Menu
Menu
Saltar para o conteúdo
Como saber se tem de realizar um exame de optometria?

Como saber se tem de realizar um exame de optometria?

Cada caso é um caso, pelo que a visita ao optometrista, ao contrário do que acontece, por exemplo, com os dentistas, não tem de acontecer a cada seis meses. Existem alguns sintomas que devem funcionar como sinais de alerta. No entanto, em alguns casos concretos, como diabéticos ou pessoas com historial de glaucoma, a visita ao optometrista deve ser mais frequente.

Um dos sintomas que pode sugerir um exame de optometria são as dores de cabeça recorrentes. As alterações na visão das pessoas, muitas vezes impercetíveis, podem ser um sinal de alerta precoce de que tem de visitar o optometrista.

Dores de cabeça e vista cansada significam que deve marcar uma consulta de optometria

Além das dores de cabeça, também a visão nublada e a dificuldade em focar os objetos são sinais de que alguma coisa não está bem com a sua visão. Se estes sintomas forem intermitentes ou sucederem em apenas um dos olhos, é altura de marcar uma consulta de optometria.

As dores nos olhos ou a vista cansada, quando persistentes, podem indiciar problemas na visão e motivar uma consulta de optometria. Podem ser sinónimo de uma infeção nos olhos ou de problemas ainda mais gravosos. Não deve ignorar estes sintomas e deve consultar o optometrista o mais rapidamente possível.

Os «apagões» súbitos da visão são outro dos sinais de alarme e podem significar que pode ter um descolamento da retina ou outro problema ainda mais grave. Se tem estes sintomas, não perca tempo e apresse-se a marcar uma consulta de optometria.

Crianças tendem a fechar um dos olhos quando têm dificuldades em ver

Fechar um dos olhos é também um sinal de que está na hora de uma consulta de especialidade. Normalmente, fechamos um dos olhos quando temos dificuldade em ver, reduzindo a quantidade de luz que entra nos olhos e melhorando, temporariamente, a visão. Esta é uma das razões mais comuns para as consultas de optometria, sobretudo nas crianças.

Mesmo que não apresente nenhum dos sintomas acima descritos, se não frequentou uma consulta de optometria nos últimos dois anos, está na hora de o fazer, sobretudo se já passou a fasquia dos 40 anos. As alterações naturais da visão decorrentes da idade aumentam a necessidade das consultas e exames de optometria.

Para saber mais sobre consultas de optometria, contacte-nos.

Artigo anterior Sabia que estamos a fazer uma promoção para a Ralph Lauren?

Deixe um comentário

Comentários terão de ser aprovados antes de aparecerem

* Campos Obrigatórios