Menu
Menu
Saltar para o conteúdo
Estamos de volta, mas com cuidado

Estamos de volta, mas com cuidado

A pandemia ainda não está totalmente ultrapassada, mas é necessário voltar à atividade ainda que devagar. Temos de dar inicio a algumas atividades e pensar na economia, garantindo que a crise seja o menos grave possível. 

Nesta fase começamos a ver uma nova realidade e vemos a normalidade a regressar, mas não podemos deixar para trás todas as recomendações das autoridades competentes, Direção Geral de Saúde.

Nesta fase, de aparente normalidade é necessário cumprir com as seguintes indicações:

  1. Manter o distanciamento social.
  2. Sempre que sair à rua, quer seja para irem ao supermercado, andar de transportes públicos, deverá utilizar uma máscara cirúrgica ou máscara comunitária. Estas máscaras tapam o nariz, a boca e o queixo, permitindo a proteção, evitando que as partículas não sejam projetadas.
  3. Lavar as mãos com frequência.
  4. Praticar a etiquete respiratória: tossir para o braço ou lenço de papel. Esse lenço de papel deverá ser deitado fora de imediato e, de seguida, deverá lavar as mãos.
  5. Evite tocar na sua cara.

Felizmente, significa também que já podemos sair de casa e retomar todas as nossas atividades, ir trabalhar, dar passeios, fazer desporto, levar os filhos aos parques, fazer compras para além dos bens de primeira necessidade.

Nesta fase é fundamental estarmos lado a lado com a economia nacional e apostar no que é nosso, as nossas marcas e produtos, da mesma forma que as algumas empresas nacionais estiveram lá para nós durante esta fase. Muitas delas mudaram os materiais de produção para dar resposta à falta de material no sistema nacional de saúde. 

Ponha os seus óculos de sol, retome a suas atividades de forma segura e responsável e, não se esqueça, de aposto nos produtos nacionais.

Artigo anterior Escolher os óculos ideais para a forma do seu rosto
Artigo Seguinte Mitos sobre a saúde ocular

Deixe um comentário

Comentários terão de ser aprovados antes de aparecerem

* Campos Obrigatórios