Menu
Menu
Saltar para o conteúdo
Lágrimas artificiais, o que são?

Lágrimas artificiais, o que são?

Para melhor perceber o que são lágrimas artificiais começamos por descrever a importância de pestanejar. O ato involuntário de pestanejar é muito importante para garantir a limpeza e lubrificação do olho, especificamente a córnea e conjuntiva. O movimento que a pálpebra faz quando abre e fecha espalha as lágrimas pela superfície anterior do globo ocular, eliminando impurezas acumuladas e lubrificando toda a sua superfície.

Sabia que pestanejamos a cada dois a dez segundos, e cada pestanejo tem uma duração aproximada de 0,1 a 0,4 segundos? É incrível.

As lágrimas artificiais, vêm substituir o que o corpo tem mais dificuldade em produzir, a lágrima. Por isso, as lágrimas artificiais são colírios lubrificantes usados para limpar os olhos, tratar secura e irritação ocular associadas com a produção deficiente de lágrimas.

A síndrome do olho seco é uma patologia oftalmológica com uma prevalência estimada entre 20 e 50%, atingindo cerca de meio milhão de portugueses em idade adulta. Esta patologia tem origem na produção insuficiente de lágrima, limitando o desenvolvimento das tarefas do quotidiano e, desta forma, afetando a qualidade de vida.

Sabia que qualquer pessoa pode ter problemas de olhos secos, mas é mais comum nos idosos? Existe uma maior prevalência desta patologia nos idosos porque as glândulas lacrimais tendem a tornar-se menos produtivas com a idade.

As lágrimas artificiais ajudam-nos no tratamento de sintomas de olho seco, sendo muito usadas no período das férias de Verão. Nesta época aumenta, de forma significativa, a ocorrência de doenças oculares e, por isso, os cuidados com os olhos devem ser redobrados, sobretudo para prevenir doenças oculares, como por exemplo: conjuntivite, síndrome do olho seco, alergias e transtornos pela exposição excessiva à radiação solar.

Apesar disto ser verdade, existem outras épocas do ano que também exigem cuidados adicionais com os olhos, nomeadamente no outono e inverno, quando o vento pode secar os olhos e até trazer poeiras indesejáveis.  

A síndrome do olho seco também é muito comum nas pessoas que estão expostas ao ar condicionado, fumos ou poeiras por períodos de tempo prolongados, tornando-se o uso de lágrimas artificiais fundamental para a manutenção do bem-estar visual.

Existem vários tipos de lágrimas artificiais disponíveis no mercado que têm propósitos diferentes, dependendo da sua formulação e composição. Também existem em fárias formas: gotas, gel ou spray.

As lágrimas artificiais com substâncias conservantes na formulação devem ser utilizadas de forma limitada, no máximo 4 a 6 vezes ao dia, enquanto que o colírio lubrificante sem substâncias conservantes pode ser utilizado várias vezes ao dia, sendo até o mais indicado para casos de doenças crónicas, como a já falada síndrome do olho seco.

Existem vários tipos e marcas de lágrimas artificiais, é por isso importante ter um profissional da visão de confiança que possa ajudar na escolha do produto que mais de adequa às necessidades e características de cada um. Poderá consultar a vasta lista de produtos da Indústria dos Óculos, que passa por banhos oculares e gotas para olhos.  Esta visita ao site não dispensa a ida às lojas Industria dos óculos para que possa tirar as suas dúvidas com os seus profissionais. A Indústria dos Óculos tem lojas no Barreiro, Montijo e Seixal. Poderá encontrar as moradas de cada loja aqui.

Artigo anterior O que há de novo nos pensos oclusores?
Artigo Seguinte Quando devo recorrer a um optometrista ou a um oftalmologista?

Deixe um comentário

Comentários terão de ser aprovados antes de aparecerem

* Campos Obrigatórios