Menu
Menu
Saltar para o conteúdo
O que fazer quando o champô vai para os nossos olhos

O que fazer quando o champô vai para os nossos olhos

Durante o banho é usual sentir algum desconforto quando parte da espuma do champô caí nos olhos. Muitas dessas vezes, o desconforto é tanto que entramos em pânico.

Nestes casos, o pânico é extremamente prejudicial e irá atrasar a resolução do problema. Manter a calma revela-se, na maioria das vezes, ser a melhor solução.  Quando entramos em pânico, tentamos retirar o elemento estranho ao olho com as mãos esfregando, e quando o fazemos geralmente permitimos que esse produto se espalhe ainda mais nos olhos.

Mas porquê que estes produtos conseguem ser tão agressivos para os nossos olhos? Muito simples: champôs e condicionadores são especialmente formulados para responder às nossas necessidades capilares e os seus químicos são demasiados tóxicos para os tecidos oculares.

O olho é um órgão extremamente sensível e está exposto aos agentes do exterior, sendo protegido apenas por uma pequena membrana: a pálpebra. Esta membrana fecha assim que sente um elemento estranho ao corpo, no entanto a própria membrana acaba por ficar irritada.

Na maioria dos casos, a lógica de acontecimentos tem a seguinte ordem: o momento da irritação, a pálpebra fecha em resposta à agressão, há a produção de lágrima, enquanto que durante uns minutos há uma sensação de ardor e desconforto.  Nesta situação, a produção de lágrima serve para limpar naturalmente os produtos químicos presentes nos olhos, por isso é uma fase de extrema importância. Pode, no entanto, auxiliar esta reação natural do olho com a passagem de água corrente nos olhos, com estes fechados, garantindo uma limpeza mais rigorosa.

Alerta! Apesar de sentir uma enorme e inconsciente vontade de esfregar e coçar os olhos neste momento, isso é altamente não recomendado porque pode agravar a irritação e aumentar o tempo de desconforto.

Pode contribuir para o aliviar da sensação de irritação limpando os olhos com o banho ocular. A composição do banho ocular Acuaiss, composta por ácido hialurônico, permite uma dupla ação: limpeza e hidratação. Este produto é especialmente importante nestes casos porque proporciona aos utilizadores uma imediata sensação de alivio da irritação.

Para evitar esta sensação tão desconfortável a quando utiliza estes produtos químicos aconselhamos que incline a sua cabeça a 45 graus enquanto estiver a colocar champô ou condicionador. Desta forma, a espuma cairá para trás evitando os olhos. Depois de lavar o cabelo, passe com água abundante nas mãos para evitar que leve as mãos aos olhos com espuma.

Os produtos das crianças não fazem os olhos arder, porquê? Isto é verdade porque as crianças não têm necessidades especificas relacionadas com tratamentos capilares, por isso todos os seus produtos têm muito menos elementos químicos, sendo por isso mais neutros e suaves. Lembre-se de que em nenhuma circunstância deve utilizar numa criança os produtos de adulto, correndo o risco de descobrir alguma alergia.

Caso a sensação de irritabilidade não desaparecer deverá consultar um oftalmologista que o ajudará a limpar o olho de forma mais profunda e adequada aos seus olhos. Visite a Indústria dos óculos para ficar a conhecer o banho ocular, assim como, as lágrimas artificiais que poderão ser de grande ajuda nestas situações desagradáveis.

Artigo anterior Como entusiasmar o seu filho a usar pensos oclusores?
Artigo Seguinte De que forma os pensos oculares se adaptaram às necessidades das crianças?

Deixe um comentário

Comentários terão de ser aprovados antes de aparecerem

* Campos Obrigatórios